Notícias Portal da Educação de Torres Vedras http://www.educacaotorresvedras.com/noticias Notícias Portal da Educação de Torres Vedras Município comemorou mês da Ciência http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/municipio-comemorou-mes-da-ciencia

Desde que, em 1997, foi criado o Dia Nacional da Cultura Científica, a 24 de novembro, este mês tem sido palco de numerosas iniciativas tendentes a aproximar a ciência dos cidadãos.

Também em Torres Vedras o mês de novembro incluiu diversas atividades de promoção e divulgação da cultura científica, dirigidas, fundamentalmente ao público escolar, além das que são oferecidas pelo serviço educativo "Quero ser Cientista", coordenado pela Câmara Municipal ao longo de todo o ano letivo, com vista à promoção da aprendizagem em contexto experimental e à melhoria da literacia científica das crianças e jovens.

Várias foram as iniciativas promovidas pela Câmara Municipal no âmbito do Mês da Ciência, desde a divulgação do que melhor se faz no concelho na área de investigação científica até à dinamização de oficinas, workshops e tertúlias abordando vários temas de interesse científico.

No seguimento do ano anterior, voltou-se a realizar a iniciativa Ciência, o que se faz por cá?. Esta iniciativa tem como objetivo visitar instituições sediadas no concelho, envolvidas em projetos de investigação científica ou que aplicam técnicas científicas com interesse para a comunidade escolar. Instituições de diversas áreas, desde as de investigação na área da Indústria farmacêutica à paleontologia, passando pelas de investigação nas áreas dos vinhos, biotecnologia aplicada, produção de drones e doenças do foro neurológico, que abriram as suas portas e partilharam conhecimento científico com a comunidade escolar. Esta iniciativa contou com 358 participantes, tendo sido efetuadas visitas às seguintes instituições: Biotask (biotecnologia aplicada, sediada no Paul); Tecnimede (indústria farmacêutica, sediada na Caixaria); Sociedade de História Natural (arqueologia e paleontologia, sediada no Ameal); Uavision (produção de drones, sediada no Bonabal); Campus Neurológico Sénior (doenças do foro neurológico, sediada em Torres Vedras); INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (área vitivinícola e enologia, sediada em Dois Portos); e Águas do Vimeiro (com demonstração de algumas técnicas laboratoriais envolvidas no controlo de qualidade da água, sediada na Maceira).

Também integrado no Mês da Ciência, a associação Lababerto, sediada no LabCenter, em Torres Vedras, organizou a Semana da Ciência e Tecnologia, a qual contou com um vasto leque de atividades que decorreram de 22 a 25 de novembro, tendo na mesma sido contabilizados 306 participantes. Esta iniciativa deu a conhecer vários projetos em curso no Lababerto, com possibilidade de os participantes experimentarem parte deste processo. Foram na ocasião efetuadas divulgações de projetos externos tal como o Plastic sun days, com a demonstração da transformação de plástico usado (copos de loiça descartável) em filamentos para impressora 3D. Foram também nesta Semana realizadas duas tertúlias subordinadas às temáticas: “Inteligência artificial: o meu advogado vai ser um computador?” (com Rui Pires, da We Brain SA); e “Porque envelhecemos?” (com Miguel Ferreira, do IGC).

Igualmente no âmbito do Mês da Ciência, 178 alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo do ensino básico entraram num planetário insuflável e embarcaram numa “viagem pelo céu noturno” guiada pelo Centro de Ciência Viva de Constância, que se deslocou a Torres Vedras. Noções sobre a formação e constituição do sistema solar foram abordadas nesta atividade, tal como a identificação das várias constelações visíveis no céu noturno. Como atividade complementar, as crianças fizeram observações a partir de binóculos e telescópios para assim perceber as principais diferenças entre ambos.

O Instituto Politécnico de Leiria associou-se também ao Mês da Ciência, proporcionando um workshop de Gastronomia Molecular às turmas do 12.º ano de escolaridade do curso profissional de cozinha do Externato de Penafirme e da Escola de Serviços e Comércio do Oeste, o qual teve como principal objetivo dar a conhecer novas técnicas para aplicação na confeção de alimentos. Os alunos participantes nesta atividade aprenderam a confecionar esparguete de agar-agar e "caviar" de alginato.

O vinho foi também abordado no Mês da Ciência com a tertúlia "Vinho com Ciência", a qual permitiu a divulgação do conhecimento científico relacionado com os aromas, castas de vinhos e a investigação científica que se faz neste momento nesta área. Mais de 50 pessoas dirigiram-se ao LabCenter para participar nesta tertúlia que contou com o contributo de Margarida Fortes (da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa) e de Eiras Dias (do Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária de Dois Portos). Esta ação foi enriquecida com uma sessão de demonstração de prova organolética conduzida por Luís Tiago Carvalho (da Escola Agrícola Fernando Barros Leal).

Estando a Ciência em constante evolução, o futuro dependerá cada da vez mais dos avanços científicos e tecnológicos. Por vezes os avanços da ciência podem ultrapassar, para alguns, limites pessoais e morais. Para falar sobre "Viver a ciência e tecnologia nos dias de hoje, um desafio?", Torres Vedras teve a honra de receber Alexandre Quintanilha, investigador e presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, que dinamizou uma tertúlia sobre os desafios da ciência nos dias de hoje, deixando um incentivo para a reflexão sobre os desafios de viver com a ciência no futuro.

Outras iniciativas contribuíram para a divulgação da ciência no âmbito do evento Mês da Ciência, como o workshop "A importância ornitológica da foz do Sizandro", dinamizado pelo ornitólogo Helder Cardoso, organizado pelo Centro de Educação Ambiental, e a ação de formação "Leitura em dispositivos móveis na biblioteca", organizada pela Biblioteca Municipal.

]]>
Parabéns Rodrigo! http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/parabens-rodrigo

O Rodrigo Lourenço do 2º A da EB Padre Francisco Soares comemorou no passado dia 27 de novembro 7 aninhos!

E para celebrar este dia especial, no âmbito do projeto "Almoça comigo nos meus anos" o seu Pai almoçou no refeitório da escola, onde partilhou o espaço com os restantes amiguinhos da turma.

O ambiente foi de convívio e alegria.

Muitos Parabéns Rodrigo!

]]>
Tempo de Férias - Natal 2017 http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/tempo-de-ferias-natal-2017

Preparámos atividades muito divertidas para as tuas férias de Natal!
Tempo de Férias - Natal 2017 está à porta.
De 18 a 29 de dezembro há um vasto conjunto de atividades desportivas, culturais e pedagógicas à escolha dos mais pequenos.
Esta iniciativa - de tipo não residencial - destina-se a crianças residentes no Concelho de Torres Vedras ou a frequentarem o 1.º ciclo do ensino básico também no concelho e o local de concentração é a Escola Básica 2, 3 de S. Gonçalo (Torres Vedras).

Datas:
1.ª semana: 18 a 22 de dezembro (inscrição até dia 13 de dezembro) 
2.ª semana: 26 a 29 de dezembro (inscrição até dia 20 de dezembro)

Mais informações aqui

]]>
Dia Internacional das Cidades Educadoras comemorado em Torres Vedras http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/dia-internacional-das-cidades-educadoras-comemorado-em-torres-vedras

Torres Vedras comemorou no dia 30 de novembro o Dia Internacional da Cidade Educadora.

Nesse âmbito convidou diversas entidades e pessoas de diversas faixas etárias para a construção conjunta de um painel de azulejos com o tema “A Minha Cidade”, o qual pretende revelar o olhar que cada um tem sobre a sua cidade onde os princípios que suportam uma Cidade Educadora estão presentes. Nesta atividade participaram um grupo de ensino pré-escolar do equipamento de infância da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras, uma turma do 1.º ciclo do ensino básico da Escola Básica de Torres Vedras, uma turma do 3.º ciclo do ensino básico e uma turma do ensino secundário da Escola Secundária Henriques Nogueira, um grupo da APECI (Associação para a Educação de Crianças Inadaptadas de Torres Vedras) e um grupo da Universidade da Terceira Idade de Torres Vedras.

Esse painel, que está patente no átrio do edifício da Câmara Municipal, foi concluído na manhã daquele dia.

Nesse ato, que teve lugar na praça fronteira a este edifício, foi dedicado um minuto a um aplauso coletivo e ao hastear da bandeira das Cidades Educadoras, o que decorreu em simultâneo por todo o mundo nas várias cidades educadoras.

De referir que as Cidades Educadoras tiveram início, como movimento, em 1990, aquando do I Congresso Internacional de Cidades Educadoras, realizado em Barcelona, onde um grupo de cidades representadas pelos respetivos órgãos de poder concluíram ser útil trabalhar em conjunto projetos e atividades para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes.

Posteriormente, em 1994, este movimento formalizou-se como associação internacional, oficialmente criada no terceiro Congresso das Cidades Educadoras, o qual decorreu em Bolonha.

A Câmara Municipal pertence não apenas a esta associação internacional, mas também às respetivas organizações nacional e lusófona.

Veja aqui o vídeo da atividade. 

]]>
"Conversas com Pais" trouxe Alexandre Quintanilha a Torres Vedras http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/conversas-com-pais-trouxe-alexandre-quintanilha-a-torres-vedras

Na última sexta-feira, 24 de novembro, a Câmara Municipal de Torres Vedras promoveu mais uma edição do projeto “Conversas com Pais” subordinada ao tema “Viver a ciência e a tecnologia nos dias de hoje – um desafio?”. O orador convidado foi o professor Alexandre Quintanilha, investigador internacionalmente reconhecido e presidente da Comissão Parlamentar de Educação e Ciência. Com a plateia repleta, foram duas horas de uma conversa que facilmente se estenderia por mais duas, não fosse o adiantar da hora.

Tal como é esperado de um docente de Ciência, o Professor introduziu o tema de forma a que os presentes se sentissem “provocados” em algumas das suas convicções aparentemente mais inabaláveis, afirmando que 99% do genoma que transportamos não é humano e que 99,9% de todas as espécies já desapareceram. A partir destes dados, que causaram a intencional instigação aos presentes, o Professor iniciou uma “viagem” no tempo, que começou com a apresentação dos fatores que alteram o estado cerebral, nomeadamente, a educação, a estimulação cultural e a alteração de estados emocionais.

Com uma capacidade notável de transformar o complexo em simples e com uma visão profundamente humanista do fenómeno científico, Alexandre Quintanilha demonstrou à sociedade que a ciência faz parte do dia-a-dia de todos nós, que se reflete nos nossos gestos mais quotidianos, mesmo aqueles que, pela sua simplicidade, parecem estar desprovidos de uma explicação mais profunda.

Ao longo da sua comunicação, fez ainda a plateia refletir sobre questões éticas relacionadas com práticas médicas entretanto já assimiladas pela nossa sociedade (anestesia, reanimação, vacinação, etc.), relacionando-as com questões que estão no centro das preocupações da comunidade científica nos dias de hoje (engenharia genética, clonagem, inteligência artificial, entre outros). Nesta fase da conversa, alertou ainda para alguns conceitos que deverão marcar as nossas preocupações relativamente aos avanços da ciência nos próximos anos: o contranatura (Playing God), a eugenia, a equidade e a justiça (GenRich vs GenPoor), as disrupções sociais, a dignidade humana e a fraude.

Concluindo, perante uma plateia repleta de cidadãos não pertencentes às elites científicas, Alexandre Quintanilha desconstruiu uma temática por muitos considerada erudita, comunicando de forma simples, mas com uma profundidade notável, captando a atenção de uma plateia rendida à sua capacidade de comunicação. 

]]>
Câmara Municipal está envolvida em novo projeto internacional http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/camara-municipal-esta-envolvida-em-novo-projeto-internacional

Decorreu nos passados dias 16 e 17 de novembro, em Atenas, Grécia, a primeira reunião transnacional do projeto “MLO – Movement and Learning Outside”. Este projeto, que nasceu de uma candidatura ao programa Erasmus + da União Europeia, procura promover novas estratégias educativas onde o movimento e o usufruto do espaço exterior seja nuclear para o desenvolvimento global das crianças em idade pré-escolar. Nesta reunião, estiveram presentes todos os parceiros oriundos dos diversos países representados no projeto, Portugal, Estónia, Noruega, Croácia e Grécia.

Iniciámos o primeiro dia com uma apresentação de cada instituição parceira, após estas primeiras apresentações, tivemos a visita de 14 diretores escolares de diversos estabelecimentos de ensino de Atenas que vieram conhecer melhor este projeto. Depois, iniciámos o trabalho mais específico do MLO, onde foram revistas questões centrais ao desenvolvimento do mesmo, tais como a calendarização ao longo dos 30 meses, os instrumentos de recolha de informação (questionários, entrevistas semiestruturadas, desenhos por parte das crianças, etc.), as responsabilidades de cada parceiro e a forma como o mesmo chegará aos seus destinatários finais: as crianças de Portugal, Grécia, Estónia e Croácia.

O dia terminou da melhor forma num jantar numa “taberna” típica grega onde os parceiros aproveitaram para estreitar laços e trocarem experiências pessoais e profissionais.

A manhã do segundo dia de reunião iniciou-se com uma visita guiada a um complexo de Jardins de Infância localizado em Atenas. Este complexo era caracterizado por ter espaços exteriores individualizados para cada um dos cinco jardins-de-infância que o compunham, sendo depois alvo de uma intervenção urbanística que eliminou barreiras, requalificou o espaço exterior e tornou-o partilhado por todos. Após a visita a todas as salas fomos ainda brindados por uma explanação pelos arquitetos responsáveis por este projeto de intervenção.

Terminámos o segundo dia de trabalhos com uma breve revisão do abordado no dia anterior e com uma avaliação de como tinham corrido os trabalhos. A opinião geral foi de que o MLO iniciou-se da melhor maneira, tendo o projeto características que o tornam inovador e fundamental para uma nova abordagem do espaço exterior dentro e fora da escola como um espaço de excelência para as mais diversas aprendizagens das crianças.

Finalmente, uma palavra de agradecimento para os nossos anfitriões, Elida e Konstantinos que foram inexcedíveis nos esforços para que estes dias corressem da melhor forma tanto em termos profissionais como sociais.

 

]]>
30 Nov |Comemoração do Dia Internacional da Cidade Educadora http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/30-nov-comemoracao-do-dia-internacional-da-cidade-educadora

Para a comemoração do Dia Internacional da Cidade Educadora, a Câmara Municipal de Torres Vedras convidou diversas entidades e pessoas de diversas faixas etárias para a construção conjunta de um painel de azulejos com o tema “A Minha Cidade”.

Nesta atividade participam um grupo de pré-escolar do Equipamento de Infância da Santa Casa da Misericórdia de Torres Vedras, uma turma do 1.º ciclo do ensino básico da EB de Torres Vedras, uma turma do 3º ciclo do ensino básico e uma turma de secundário, ambas da Escola Secundária Henriques Nogueira, um grupo da APECI e um grupo da Universidade da Terceira Idade de Torres Vedras.

PROGRAMA

09h45 | Chegada e receção dos grupos junto ao Edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras.

09h55 | Boas-vindas e breve discurso sobre o Dia Internacional da Cidade Educadora.
Pela vereadora da Educação, Laura Rodrigues.

10h05 | Conclusão da montagem do Painel “A Minha Cidade” pelos representantes das instituições participantes.

10h15 | Aplauso coletivo com a duração de 1 minuto, a decorrer em simultâneo em várias cidades a nível internacional, e hastear da Bandeira das Cidades Educadoras.

10h16 | Colocação do Painel “A Minha Cidade” no Átrio da Câmara Municipal de Torres Vedras.

Local: Edifício da Câmara Municipal de Torres Vedras 

]]>
Candidaturas ao projeto escolar H2SE até ao fim do mês http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/candidaturas-ao-projeto-escolar-h2se-ate-ao-fim-do-mes

Termina no último dia deste mês o período de candidaturas para o concurso escolar “Hidrogénio – A Próxima Geração de Energia”, inserido no âmbito do projeto H2SE - Hidrogénio e Sustentabilidade Energética e promovido pela Associação Portuguesa para a Promoção do Hidrogénio (AP2H2), em parceria com o Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) e com o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial (INEGI).

Mais informações aqui

]]>
24 NOV - Viver a ciência e a tecnologia nos dias de hoje - um desafio?, nas Conversas com Pais http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/24-nov-viver-a-ciencia-e-a-tecnologia-nos-dias-de-hoje-um-desafio-nas-conversas-com-pais

Alexandre Quintanilha,

A vida levou-o aos caminhos da ciência, formou-se em Física e mais tarde especializou-se em Biologia. Após uma longa carreira de investigação e ensino, tanto nos Estados Unidos como em Portugal, tornou-se deputado, liderando hoje a Comissão de Educação e Ciência no Parlamento.

O Professor aceitou o desafio e no âmbito do mês da Ciência e integrando o projeto "Conversas com Pais", vem a Torres Vedras esclarecer a questão: Viver a ciência e a tecnologia nos dias de hoje – um desafio?

A não perder, já na próxima 6ª feira, dia 24/11, pelas 21h30, no auditório do Edifício Paços do Concelho.

 Mais informações aqui.

]]>
Surpreenda o/a seu/sua filho/a no dia do seu aniversário! http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/surpreenda-oa-seusua-filhoa-no-dia-do-seu-aniversario

Sabia que nos jardins de infância e escolas do 1º ciclo do ensino básico da rede pública do concelho, pode almoçar com o seu filho(a) no dia do seu aniversário?

Com a intenção de estimular uma relação de proximidade entre a escola e a família e de promover a oportunidade da família conhecer e avaliar a qualidade das refeições servidas nos refeitórios escolares, foi elaborado um questionário de avaliação dirigido ao acompanhante adulto e um postal de aniversário dirigido ao aluno.

Para marcar esta refeição, deverá contactar a escola com pelo menos 1 dia antecedência e transmitir a intenção de almoçar no refeitório a fim de festejar o dia de aniversário do seu educando.

Sempre que possível, e com autorização do encarregado de educação, são tiradas fotografias para eventual publicação, ou no Portal da Educação ou no site oficial do município ou, ainda, no Revista Municipal. São momentos dignos de registo, dado o entusiamo por parte das crianças em verem o(s) familiar(es) no refeitório da sua escola e vice-versa, uma vez que para a família é certamente uma ocasião especial para recordar. 

]]>