Notícias Portal da Educação de Torres Vedras http://www.educacaotorresvedras.com/noticias Notícias Portal da Educação de Torres Vedras Comissão Europeia destaca projeto torriense sobre Alimentação Escolar http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/comissao-europeia-destaca-projeto-torriense-sobre-alimentacao-escolar

O Programa de Sustentabilidade Alimentar Escolar encontra-se em destaque no site da Comissão Europeia, com o projeto da Câmara Municipal de Torres Vedras a ser um dos três projetos portugueses que integram a seleção de boas práticas de saúde pública em 2018.

A sustentabilidade dita as várias fases do programa, que promove o fornecimento de cerca de 4000 refeições escolares por dia, fruto do trabalho conjunto entre o Município e uma rede de Instituições Particulares de Solidariedade Social.

Além de promover o contacto direto entre as crianças do concelho e os produtos hortícolas, o Programa de Sustentabilidade Alimentar Escolar faz com que a aquisição de produtos seja feita junto de produtores locais. Com o objetivo de promover hábitos alimentares saudáveis, o projeto contempla ainda a promoção de programas direcionados a crianças como “Heróis da Fruta – Lanches escolares saudáveis” e “Almoça comigo nos meus anos”.

Sublinhe-se que o portal da Comissão Europeia apresenta as boas práticas que resultam de ações cofinanciadas pelos Programas de Saúde, contemplando práticas nas áreas da promoção da saúde, da prevenção de doenças e da gestão de doenças não-transmissíveis.

]]>
Centro de Educação Ambiental promoveu concurso de presépios http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/centro-de-educacao-ambiental-promoveu-concurso-de-presepios

Está a decorrer, no Centro de Educação Ambiental, uma exposição de presépios de Natal.

Esta exposição decorre de um concurso que abrange cinco escalões referentes a: alunos do ensino pré-escolar, alunos do 1.º ciclo do ensino básico, alunos do 2.º ciclo do ensino básico, utentes de lares e centros de dia de instituições particulares de solidariedade social e grupos de seniores. Valorizar as tradições e promover e incentivar a separação e reutilização de materiais foram os principais objetivos deste concurso.

Participaram no concurso Presépios de Natal, 30 turmas/grupos.

Os trabalhos vencedores foram: 1.º escalão - Colégio Quinta do Mar; 2.º escalão - Colégio Quinta do Mar e escola básica do Varatojo; 3.º escalão - O Mundo da Criança; 4.º escalão - Lar de São José; 5.º escalão - núcleo da Azenha Velha do "Clube Sénior".

O prémio a atribuir aos vencedores de cada escalão é uma visita à Óbidos Vila Natal.

A exposição estará patente até ao dia 13 de janeiro.

]]>
Torres Vedras sensibilizou para a importância da floresta autóctone http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/torres-vedras-sensibilizou-para-a-importancia-da-floresta-autoctone

Torres Vedras participou na nona edição da Semana da Reflorestação Nacional, que decorreu entre 15 e 30 de novembro. A cedência de plantas, a reflorestação de propriedades municipais e a plantação de espécies dunares autóctones foram algumas das iniciativas que deram forma a duas semanas de atividades, em que participaram cerca de 1000 cidadãos e entidades do Concelho.

Os Viveiros Municipais, em Fonte Grada, distribuíram 5361 árvores florestais à população, associações, escolas e juntas de freguesia. As plantas correspondem a 11 espécies autóctones distintas, cedidas a 288 munícipes e 12 entidades. Alunos do 1º ciclo de várias escolas do concelho também participaram em visitas lúdico-pedagógicas aos Viveiros Municipais, que contaram ainda com um dia de “portas abertas” ao público. A população foi convidada a integrar visitas guiadas e a participar em oficinas temáticas e num workshop sobre a regeneração de áreas de floresta nativa, que se realizaram no dia 24 de novembro.

Já as ações de reflorestação decorreram em propriedades municipais junto à Escola Básica de São Gonçalo, assim como junto à Variante Poente, ao acesso à localidade de Serra da Vila e na Serra do Socorro. No total, foram plantadas 661 árvores em quatro hectares, em ações que contaram com a participação de alunos, professores e várias organizações do Concelho.

Uma ação de manutenção silvícola no Ecoparque da Serra da Archeira – onde se aplicaram técnicas de silvicultura e plantação –, a instalação de um bosquete na Escola Padre Francisco Soares e a remoção de plantas invasoras e plantação de espécies dunares junto à Praia Azul foram outras das atividades que deram forma à Semana da Reflorestação Nacional.

A iniciativa insere-se no âmbito do Movimento Plantar Portugal e celebra, anualmente, o Dia da Floresta Autóctone. Em causa estão florestas compostas por árvores originárias do próprio territórioTo

]]>
Projeto "Conhecer o que Como: Capacitar os Jovens para uma Alimentação Saudável e Sustentável" http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/projeto-conhecer-o-que-como-capacitar-os-jovens-para-uma-alimentacao-saudavel-e-sustentavel

O Município de Torres Vedras vem desenvolvendo um Programa de Alimentação Escolar, que aplica em todo o pré – escolar e 1º ciclo, em que a palavra-chave é a Sustentabilidade. Sustentabilidade Social, Sustentabilidade Económica, Sustentabilidade Ambiental e Sustentabilidade Nutricional são os pilares que promovem a qualidade das refeições servidas a cada criança e contribuem para a manutenção da sua saúde e bem-estar. O programa está alinhado com as estratégias Internacionais e Europeias no âmbito das orientações da agenda 2030 do desenvolvimento sustentável cumprindo 9 dos 17 objetivos. Tem uma visão holística da alimentação pelo que a qualidade da refeição que é servida começa a ser preparada a montante, ou seja, na produção, na aquisição das matérias-primas e na confeção para que o seu consumo possa ser feito em segurança e acompanhado de ações e medidas conscencializadoras quer da prática de uma alimentação promotora da saúde, quer da importância da atividade física no desenvolvimento saudável e harmonioso da criança. Ao longo desta caminhada de implementação e consolidação do Programa de Sustentabilidade na Alimentação Escolar (PSAE), vamos encontrando algumas entidades que partilham das mesmas preocupações – o direito à alimentação equilibrada, o consumo de produtos locais e sazonais produzidos de forma saudável e sustentável, a redução do desperdício alimentar. A Aliança Contra a Fome e Má-Nutrição Portugal é uma dessas entidades. E foi assim, que o Município de Torres Vedras passou a ter um novo parceiro e que juntos no projeto “ Conhecer o que Como” , estão a promover a capacitação das crianças para um alimentação saudável e sustentável, ajudando à reorientação dos seus hábitos alimentares e à valorização de ementas tradicionais equilibradas .

O presente projeto arrancou este ano letivo e contempla a realização de um almoço especial por cada período em 4 escolas do Concelho, uma por cada agrupamento de escolas: CE Outeiro da Cabeça, EB Runa, EB Conquinha e EB Póvoa de Penafirme, abrangendo nesta fase somente os alunos do 1º ano. Irá ter uma duração de 5 anos e assim englobar todos os anos de escolaridade dessas escolas.

O 1º almoço especial ocorreu em novembro e representa a estação do Outono com produtos da época, locais e frescos.

]]>
Torres Vedras promoveu o http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/torres-vedras-promoveu-o

Torres Vedras acolheu, no passado dia 23 de novembro, o Ciclo de Seminários: a Dieta Mediterrânica | as Bio-Regiões com um painel de oradores de cariz nacional e internacional.

O período da manhã, dedicado à Dieta Mediterrânica (elemento do Património Cultural  Imaterial da Humanidade), contou com a presença de vários representantes de entidades nacionais: Direção Geral de Saúde, Direção Geral de Educação, Escritório da FAO em Portugal, Universidade do Algarve, Associação Portuguesa de Nutrição e Rede Rural Nacional. Ancorada no relacionamento entre conhecimentos e técnicas associadas a hábitos culturais de alimentos produzidos na bacia do Mediterrâneo, a Dieta Mediterrânica caracteriza-se pelo consumo de produtos frescos, produzidos localmente, de acordo com a sua sazonalidade, destacando-se o uso do azeite enquanto gordura vegetal predominante, o consumo diário de lacticínios e moderado de carne, peixe e vinho, predominando o consumo de frutas, cereais não refinados e legumes, sendo as leguminosas as mais representativas na categoria de proteína vegetal.

Os intervenientes contemplaram a importância da Dieta ao nível da sustentabilidade alimentar no que concerne à alimentação geral, bem como à aplicada às refeições escolares, cujo Município detém responsabilidades de fornecimento ao nível do ensino pré-escolar e 1º ciclo. A importância do consumo, a realidade nacional, os programas de apoio ao desenvolvimento da Dieta, bem como as políticas relativas à mesma, foram os principais temas abordados.

O seminário dedicado às Bio-Regiões, resultante duma parceria de organização entre o Município e a IN.N.E.R. (Internacional Network of Eco-Regions) Portugal, decorreu durante a tarde, contemplando dois painéis: um internacional, representado por membros italianos da direção da IN.N.E.R., um investigador da Universidade de Bolonha e um representante da primeira Bio-Região do mundo: Cilento, em Itália. Neste painel foi apresentado o conceito relativo ao termo “Bio-Região”, bem como os objetivos territoriais a alcançar; e um segundo painel, nacional, representado pelo Município de Idanha-a-Nova enquanto primeira Bio-Região de Portugal. A sessão de abertura contou com a presença do Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural e o encerramento com a AGROBIO – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica.

Dada a relevância do tema para o desenvolvimento sustentável local apoiado na produção agro-ecológica, englobando multi-sectores relacionados ao território local, nomeadamente o seu ordenamento, a educação, a gastronomia, o turismo, bem como a componente social, o executivo, representado pelo Presidente Carlos Bernardes e pela Vice-Presidente Laura Rodrigues, assumiram de forma entusiasta a vontade de adesão do Município de Torres Vedras durante o próximo ano do à Rede Internacional de Bio-Regiões.

]]>
30 DE NOVEMBRO – DIA INTERNACIONAL DAS CIDADES EDUCADORAS http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/30-de-novembro-dia-internacional-das-cidades-educadoras

Torres Vedras será uma entre cerca de 500 cidades de todo o mundo a celebrar hoje, 30 de novembro, o DIA INTERNACIONAL DAS CIDADES EDUCADORAS, este ano com o lema “Tecendo uma rede de cumplicidades “. Será mais uma oportunidade para chamar a atenção de todos para a importância central da educação na construção de sociedades mais inclusivas, mais equitativas, culturalmente mais ricas e que garantam a participação cidadã. E será, simultaneamente, mais um momento para relevar o compromisso na intencionalidade educativa dos projetos políticos das cidades pertencentes à REDE INTERNACIONAL DAS CIDADES EDUCADORAS (AICE).

Torres Vedras, membro desta rede desde 2010 e pertencendo à Comissão Coordenadora da Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras, há muito que “tece a sua rede de cumplicidades” para dar corpo a um projeto educativo que se cria e constrói diariamente com escolas, pais, associações locais, IPSS´s e tantas outras entidades comprometidas com o bem comum. Deste trabalho colaborativo nascem também programas e projetos como o “Programa de Sustentabilidade Alimentar na Escolas”, o “Vou a Pé Para a Escola” - já apresentados em tantos fóruns nacionais - ou o “No Domingo a Rua é Nossa” e o “Moving and Learnig Outside“ (1) selecionados e apresentados no XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras 2018, que teve lugar em Cascais, entre os dias 13 e 16 de novembro de 2018 e que reuniu participantes de 118 cidades e 24 países, provenientes de 4 continentes.

Respondendo ao repto lançado pela AICE para assinalar este DIA INTERNACIONAL DAS CIDADES EDUCADORAS 2018, faz-se chegar ao grande público as constatações e compromissos assumidos na Declaração Final do XV Congresso, subscrita pelas 118 cidades presentes:

 

Declaração do XV Congresso Internacional de Cidades Educadoras - Cascais/Portugal, 2018

 

Laura Rodrigues 

Vereadora na Câmara Municipal de Torres Vedras com o pelouro da Educação

 

 Notas:

(1)Estes e outros projetos podem ser consultados em https://www.educacaotorresvedras.com 

Vale a pena fazer uma visita ao site da AICE e conhecer as boas experiências educadoras que brotam por todo o mundo http://www.edcities.org

 

]]>
ESCO | Torneio de Voleibol http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/esco-torneio-de-voleibol

No dia 8 de novembro, decorreu no Pavilhão do Grupo Desportivo da Boavista Olheiros, mais um torneio de Voleibol da ESCO, organizado pelo grupo de Educação Física e pela turma de Apoio à Gestão Desportiva.

O torneio teve como objetivos promover o gosto pela atividade de voleibol e promover o espírito de equipa e de coesão de grupo. Foi um dia de jogos, das 9h às 17h, tendo participado 19 equipas de diversas turmas da escola. Os primeiros lugares foram ocupados pelas seguintes equipas: 1º lugar “Os meninos dos computadores”; 2º lugar “Os parasitas” e 3º lugar “Gil’s”.

Esta iniciativa proporcionou a interação de todas as turmas, neste dia dedicado ao desporto, lembrando que todos fazem parte desta família, jogando ou, simplesmente, vendo e apoiando para uma aprendizagem conjunta. É de realçar a prestação no apoio à organização da turma do primeiro ano do Curso Técnico de Apoio à Gestão Desportiva (GD3).

Todas as equipas envolvidas, nos diferentes momentos, contribuíram para o sucesso final do torneio. Mais uma manifestação da dimensão da modalidade na ESCO e do espírito de união e solidariedade que nos une. Foi… brilhante!

 

Fonte:ESCO - Gabinete de Comunicação

]]>
Semana da Ciência e Tecnologia no LabCenter | Mês da Ciência http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/semana-da-ciencia-e-tecnologia-no-labcenter-mes-da-ciencia

Pelo segundo ano consecutivo o LabCenter comemorou a Semana da Ciência e Tecnologia incluída na programação do evento Novembro - Mês da Ciência, no qual participaram cerca de 250 pessoas.

As atividades decorreram de 21 a 24 de novembro, destinando-se preferencialmente ao público escolar nos dias 21 a 23. O dia 24 de novembro, Dia Nacional da Cultura Científica, foi essencialmente dedicado à dinamização de workshops para professores e público em geral.

O município proporcionou as seguintes atividades para o público escolar: As profissões do cenfim - Casa inteligente /Vem construir a tua máquina (CENFIM); Feira de Ciência no FabLab (Lab Aberto Fab Lab); Mostra de projetos de Impressão, Modelação 3D e fotogrametria (Lab Aberto Fab Lab e ESCO); A física das marés (IPL); Kefir- um elixir da juventude (IPL); O flagelo dos plásticos (MarMeu/ Lab Aberto Fab Lab).

Para o público em geral, foram organizados 5 workshops:  Realidade Aumentada, IOT-Internet of Things, Gravura e Matéria Sensível, organizada pela associação Lab Aberto Fab Lab, sediada no Labcenter. O workshop ISS-International Space Station foi organizado por Fernando Fidalgo sócio do Lab Aberto Fab Lab com grandes conhecimentos nesta área. Esteve também disponível a atividade Dia da Ciência e Tecnologia- Vem experimentar, dinamizada pelo serviço educativo municipal Robótica para Todos.

Na Semana da Ciência e Tecnologia no LabCenter estiveram envolvidas as seguintes instituições/projetos: Câmara Municipal de Torres Vedras, Lab Aberto Fab Lab, CENFIM, ESCO, associação MarMeu, Instituto Politécnico de Leiria, Clube Espacial Português, ESERO Portugal, Louros Mad, Foco Criativo e Foco Aeronautical Services.

]]>
30 Out | "Que limites para os adolescentes? Contribuição das mães e dos pais para a construção da autonomia dos seus filhos" | Auditório ACIRO http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/30-out-que-limites-para-os-adolescentes-contribuicao-das-maes-e-dos-pais-para-a-construcao-da-autonomia-dos-seus-filhos-auditorio-aciro

É já na próxima sexta-feira, dia 30 de outubro, que a Drª. Teresa Espassadim virá nos falar sobre a contibuição da família para autonima dos filhos. 

"O Homem não é uma ilha… Numa época de “ode” à autossuficiência e ao sucesso, como podem as mães e os pais enquanto educadores ajudar os seus filhos a serem confiantes, a gostarem deles próprios e a estabelecerem relações saudáveis e interdependentes? Ou seja… como ajudar os adolescentes a tornarem-se adultos felizes?"

Não perca, às 21:30 no auditório da ACIRO - Associação Comercial, Industrial e Serviços da Região Oeste

Mais informações aqui.

]]>
Prémio Nuno Viegas Nascimento 2018 atribuído às Associações Ludotempo e Sociedade do Bem http://www.educacaotorresvedras.com/noticia/premio-nuno-viegas-nascimento-2018-atribuido-as-associacoes-ludotempo-e-sociedade-do-bem

A Ludotempo - Associação de Promoção do Brincar, de Leiria, e a Associação Sociedade do Bem, de Évora, venceram com os projetos Brincar de Rua e “Pequenos Corações Gigantes”, respetivamente, a quinta edição do Prémio Nuno Viegas Nascimento, atribuído pela Fundação Bissaya Barreto. O Prémio, no valor de 25.000€ será repartido em partes iguais pelos vencedores.

A entrega do Prémio tem lugar no dia 26 de novembro, na cerimónia do 60.º aniversário da Fundação, a realizar no Campus do Conhecimento e da Cidadania, em Coimbra.

Nas palavras do júri, constituído por Álvaro Laborinho Lúcio (Presidente), Armando Leandro, Edmundo Martinho, Maria Filomena Gaspar e Maria Lúcia Santos, os dois projetos destacam-se pelo carácter inovador e inclusivo “de grande impacto social e comunitário, facilmente replicáveis e que, concorrendo amplamente para os objetivos consignados no Prémio, são merecedores de estímulo ao desenvolvimento e divulgação das boas práticas que promovem”.

O júri reconheceu ainda a qualidade e diversidade de âmbito dos 33 projetos valorizadores e promotores da qualidade de vida da Criança que concorreram ao Prémio nesta edição especial de 2018 que assinala o 60º aniversário da Fundação Bissaya Barreto e a passagem de dez anos sobre o falecimento de Nuno Viegas Nascimento.

Instituído em 2008, em homenagem ao Presidente da Fundação falecido nesse ano, o prémio tem como objetivo distinguir pessoas ou instituições sem fins lucrativos, sedeadas em Portugal e com atividade desenvolvida em território nacional que se tenham destacado pela sua ação em alguma das diferentes áreas de intervenção da Fundação: a Social, da Educação, da Saúde e da Cultura.

A Ludotempo – Associação de Promoção do Brincar – centra a sua atividade na promoção do jogo e do brincar não digitais e pretende ser um ponto de encontro de projetos inovadores e de boas práticas capazes de ligar pessoas, culturas e gerações, através do brincar.

Recorde-se que ”Brincar de Rua” é um programa para crianças dos 5 aos 12 anos, que promove experiências de brincar livre, através da criação de Grupos Comunitários de Brincar, dinamizados por voluntários, e que visa combater o sedentarismo, desenvolver competências pessoais e sociais e promover a saúde e bem-estar das crianças. Torres Vedras é parceira desta Associação e tem desde o dia 7 do presente mês o seu primeiro Grupo Comunitário de Brincar!

]]>